Saiba proteger seu carro das enchentes

Veja o que fazer e o que não fazer em situações de alagamento

Por Raphael Panaro // Foto: Divulgação

O que acontece quando mau uso do espaço urbano, montanhas de lixo nas ruas e muita chuva se misturam? A resposta está na ponta da língua de qualquer brasileiro: água e enchente por todos os lados. Mas apesar da sensação de “déjà vu” em todo início de ano, poucas pessoas sabem lidar de forma segura caso se vejam frente a frente com uma “parede de água”.

Por isso separamos algumas dicas do Centro de Experimentação e Segurança Viária no Brasil (Cesvi) para enfrentar alagamentos sem correr riscos de precisar de um bote salva-vidas.

BOM SENSO

A primeira regra é básica: não arrisque. Segure a ansiedade e e espere até que a água comece a baixar para seguir caminho. Ruas cobertas pela água podem esconder buracos ou barreiras na pista. Cenário perfeito para um acidente.  

PRECAUÇÃO

A temporada de chuva começa agora e se estende até o fim do verão, em março. Seja precavido. Verifique itens básicos como o estado dos pneus e das palhetas dos limpadores. Confira também se as luzes de iluminação do carro estão em pleno funcionamento, principalmente as setas e as luzes de freio.

REGRA

No máximo, passe em trechos em que a água esteja na altura da metade das rodas do carro. 

POR ÁGUA ABAIXO

A eficiência de seguir o rastro de outro carro é mito. A água pode voltar em formato de onda, prejudicar o sistema elétrico e botar você e seu veículo em risco. A orientação também vale para automóveis com altura em relação ao solo mais elevada (caso de SUVs e picapes). 

DEIXA QUIETO

Se o carro morrer no meio da enchente, não dê a partida novamente. Você pode piorar ainda mais o quadro de pane elétrica ou mecânica. Aguarde o socorro.

Compartilhe esse conteúdo



Comentários