-->

Saiba como resolver os problemas no câmbio

Veja dicas para agir corretamente nessa situação e evitar prejuízos maiores

Fotos: Divulgação |

Problemas no câmbio são mais comuns que você imagina em carros com alta quilometragem, seja automático ou manual. Saiba como proceder para evitar prejuízos maiores.

RUIM DE ENTRAR

As marchas já não engatam com naturalidade ou arranham demais ao seerem engatadas? O carro pode estar com baixo nível de óleo na transmissão ou sua embreagem pode ter alguma parte danificada. Esse é o momento de você ir ao mecânico conferir qual o problema.

BARULHO DE TREMEDEIRA

O segundo sintoma de que algo vai mal no conjunto é um ruído metálico quando se está em ponto morto. Isso indica que algum componente sólido deverá ser trocado. A tremedeira na hora de arrancar da inércia também indica problemas em peças, geralmente na embreagem, no semieixo ou nas homocinéticas. Nesse caso você também deve ir imediatamente para o mecânico de sua confiança

ESCAPADAS

O desengate repentino das marchas, tanto em câmbio manual ou automático, indica que o problema é mesmo nas relações. E você pode ficar na rua a qualquer momento. Se tiver seguro e serviço de guincho use-o. No caso dos câmbios automáticos quanto mais você rodar maior pode ser o dano. 

CÂMBIO QUEBROU, E AGORA?

Se o câmbio for automático você pode tentar engatar alguma marcha nos seletores manuais, caso o carro tenha, mas se perceber que ele não responde, não insista. Uma relação quebrada ou fora de lugar pde deteriorar toda a caixa de câmbio. No câmbio manual, você pode tentar encontrar uma marcha engatando todas as posições e levar o carro até um local seguro para que seja rebocado.

CUSTO DOS SERVIÇOS

No caso de câmbios manuais, o reparo de peças do câmbio (não da transmissão) custa em torno de R$ 3 mil. Em câmbios automáticos, os reparos são mais trabalhosos e as peças mais caras. Em carros nacionais a conta vai de R$ 6 mil a R$ 10 mil.

Compartilhe esse conteúdo



Comentários