fechar X

Fotos: Divulgação

A Ford apresentou a nova geração do Fiesta durante um evento em Colônia (Alemanha), sede da marca na Europa e onde o modelo é atualmente produzido. A sétima geração será lançada no Velho Continente no início de 2016. Logo depois começará a ser vendida no resto do mundo.

Poucos detalhes foram revelados até o momento, mas o novo Fiesta foi apresentado em quatro versões: a convencional Titanium, a aventureira Active, a luxuosa Vignale e a ST Line, que traz perfumaria esportiva. Mais adiante serão adicionadas versões esportivas reais e a configuração sedã.

Sabe-se que o sétimo Fiesta está maior que o seu antecessor. A maior variação está no entre-eixos, tudo para oferecer mais espaço para os passageiros e um porta-malas maior. Com a nova geração a Ford promete lista de equipamentos mais recheada que as dos seus rivais diretos. Além disso, o modelo também quer se distanciar do Ka, que acaba de ser lançado na Europa.

Na Europa o Fiesta oferece várias opções de motores (a diesel e a gasolina) de quatro cilindros, além do 1.0 EcoBoost de três cilindros. A versão esportiva ST vai manter o 1.6 turbo, recalibrado para liberar mais que os atuais 200 cv. Não está prevista uma versão RS.

Segundo fontes ligadas ao desenvolvimento do carro para o Brasil, os motores continuarão sendo o 1.0 Ecoboost e o 1.6 16V Sigma, ambos com opções de câmbio de cinco marchas manual e automatizado Powershift, de dupla embreagem e seis marchas.

Leia também
Comente!*