Obama e Marchionne

Em um novo acordo, a Fiat prometeu que irá produzir o novo sedã Dodge Dart na fábrica da Chrysler nos EUA. O governo norte-americano ficou feliz com isso e presenteou a montadora italiana com mais 5% da Chrysler, fazendo com que a Fiat agora seja dona de 58,5% da montadora americana.

 

Esses 5% eram a última parte que o governo possuía, agora a Chrysler é dividida entre a Fiat (58,5%) e o sindicato United Auto Workers (41,5%). O Dart que o governo dos EUA gostou e foi prometido pela Fiat é o equipado com um motor 1.4 turbo T-Jet. O acordo entre os dois era para que o carro chegasse a pelo menos 17 km/l (40 milhas por galão). Além da versão 1.4, o Dart também receberá um modelo 2.0 aspirado e um 2.4 aspirado MultiAir.

 

O Dodge Dart será produzido em Belvidere, Illinois, e exigirá um investimento de 600 milhões de dólares na fábrica para a produção do novo carro. O carro será apresentado oficialmente no Salão de Detroit na semana que vem e antecipa o visual do futuro Fiat Linea.

Quer saber se vale mais a pena esperar pelo Linea ou comprar o Honda Civic? Não perca nosso especial da edição nº49 e faça o melhor negócio. Nas bancas de todo o país.