Foto: Divulgação

Se você é fã da Nismo, certamente ficou desapontado quando a equipe abandonou temporariamente o Campeonato Mundial de Endurance (WEC) 2015. A intenção da marca era focar nos problemas técnicos que atrapalharam a equipe durante as 24 Horas de Le Mans, em meados de junho.

O tempo foi suficiente para realizar as mudanças necessárias no GT-R LM Nismo, e a marca já anuncia que estará de volta na temporada de 2016. “Sabemos que nossos fãs ficaram decepcionados, mas ninguém está mais desapontado que nós mesmos” diz o presidente da Nissan Motorsport, Shoichi Miyatani. “Nós somos uma equipe de corrida e queremos competir. Mas, para isso, temos que ser competitivos também. Por esse motivo, decidimos retirar o GT-R LM Nismo das competições para aperfeiçoá-lo”.

Para deixar o GT-R LM Nismo mais rápido e dinâmico, a marca conta com Mike Carcamo, da Nissan mexicana, para assumir a diretoria da equipe. Ben Bowlby, a partir de agora, será o responsável pelo desenvolvimento.

“Estamos satisfeitos com a vinda de Mike para a equipe. Agora, temos o que precisávamos para enfrentar as falhas técnicas que tivemos na temporada atual”, diz Darren Cox, chefão de marketing e vendas da Nissan.

Na classificação das 24 Horas de Le Mans, em junho, o GT-R LM Nismo completou uma volta cerca de 20 segundos atrás do líder Porsche 919 Hybrid. Já na corrida, nenhum dos três carros conseguiu completar - dois quebraram e o terceiro chegou 53 voltas atrás do Porsche, não sendo classificado pela direção de prova.

Ben Bowlby, ex-diretor técnico da Nissan LMP1, culpou a fase de ajustes do GT-R LM Nismo. “Lembrem-se que estamos preparando um carro para Le Mans e desenvolvendo outro ao mesmo tempo” disse ele. Apesar do desempenho, Bowlby continuou confiante em seu projeto. “Continuaremos o nosso progresso uma vez que estivermos na corrida. Nós ficaremos melhores a cada temporada”, disse ele.