PneusSim, é assim fácil. Os pneus com isolamento acústico usam um anel de espuma de poliuretano colada no revestimento interno para silenciar a ressonância dos impactos dos pneus. Ao menos essa é a teoria.

Por Eric Tingwall // Foto: Roy Ritchie

Os pneus do seu carro são como bumbos rolantes. Keith Moon usava dois; seu carro usa quatro. Juntas de dilatação, buracos e saliências martelam a borracha, que comprime o ar interno e transmite ruídos para a cabine. Como os carros ficaram mais silenciosos, os engenheiros começaram a trabalhar para eliminar o batuque dos pneus. O método mais adotado atualmente é o isolamento com poliuretano colado ao redor da borda interna do pneu. Estes pneus com isolamento acústico vêm silenciosamente se popularizando no mercado de forma que eles agora são oferecidos por todos os grandes fabricantes de pneus e são equipamento de fábrica em vários veículos de luxo, incluindo os grandes nomes da tranquilidade, como o Mercedes-Maybach S600 e o Tesla Model S.

Os fabricantes veem um grande potencial nesta tecnologia, uma vez que a eletrificação silencia os powertrains e faz com que os pneus se tornem a fonte de ruídos mais evidente. A principal função do isolamento é melhorar a qualidade sonora do pneu, especificamente na capacidade de absorver ruídos de impactos. Na verdade, ele reduz os ruídos de forma muito sutil. Seus maiores efeitos estão nas frequências próximas aos 200 hertz (Hz), um som grave para o ouvido humano, mas que é uma das faixas de frequência mais altas geradas por um pneu.

Imagine o quique surdo de uma bola de basquete. "Você consegue ouvir quando o carro passa por uma junta de dilatação", diz Scott Pajtas, diretor de vendas da Michelin. "Também pode ser um tom constante se houver uma irregularidade na superfície da pista ou uma irregularidade uniforme nos pneus".

Pneus isolamento acústico

Usamos um pouco de tecnologia para testar dois jogos de pneus ContiSportContact 5. Os pneus eram idênticos, exceto pelo selo ContiSilent gravado nas laterais de um dos pneus, e pelo isolamento de poliuretano colado na parte interna de um dos conjuntos. Instalamos os jogos em um Tesla Model S para minimizar a influência do ruído do powertrain e porque a versão com isolamento é de série no Tesla.

Em nosso primeiro teste fizemos a média do nível de ruído na cabine a partir de 15 amostras, dirigindo em uma pista de asfalto perfeitamente liso e recém pavimentado, e uma pista de concreto mais rugosa e com juntas de dilatação, gravando os dados a 70 e a 110 km/h. Em todas as condições os pneus com isolamento tiveram um efeito desprezível no nível geral de ruído.

As diferenças sutis apareceram quando registramos voltas no campo de testes da Fiat Chrysler. Como o gráfico acima demonstra, os pneus com isolamento tiveram um desempenho melhor ao longo da primeira metade da volta de 7 km. Ao longo das várias superfícies imperfeitas - incluindo juntas de dilatação, faixas de ressonância e ondulações de ondas senoidais no asfalto que se repetiam a uma frequência cada vez mais alta — houve uma diferença pequena, porém notável no ruído em geral.

Pneus isolamento acústico[Clique para ampliar]

Contudo, notamos uma diferença mais pronunciada quando olhamos especificamente para a terceira oitava centralizada em 200Hz, que cobre frequências de 178 a 224 Hz. Mesmo que o ruído geral não tenha caído muito, ela indica que o tom do ruído mudou.

A vantagem diminui na segunda metade da estrada, que inclui mais elementos do que você normalmente encontraria no mundo real. Vários trechos são réplicas de rodovias reais com asfalto irregular, remendado e esburacado. Outras seções incluem plavas de concreto com desníveis verticais — uma condição que parece feita sob medida para estes pneus — e mesmo assim houve apenas uma pequena diferença entre os dois conjuntos.

Se o efeito parece pequeno em nossas medições, ele pareceu menor ainda quando medido por nossos tímpanos. Foi difícil discernir qualquer melhoria significativa, embora o intervalo de meia hora entre os testes não tenha ajudado muito. Se você se esforçar para tentar ouvir, você talvez note uma mudança mínima no tom dos impactos dos pneus. Mas se você não tolera os ruídos irregulares dos pneus, sua melhor opção ainda é ouvir The Who.

HONDA E AS CÂMARAS DO SILÊNCIO

Pneus isolamento acústico

Em sua busca pelo mesmo ruído de 200Hz que os fabricante, os engenheiros da Honda desenvolveram câmaras de plástico injetado que envolvem o aro das rodas dos Acura RLX. Elas são afinadas de forma que as ondas sonoras reflitam na cavidade dos pneus e cancelem as frequências indesejadas. A instalação do dispositivo cancelador de ruído na roda em vez do pneu, é um desafio à parte. A mesma força centrífuga que pressiona o isolamento acústico contra a borda do pneu,puxa as câmaras plásticas para longe das rodas. A 300 km/h as forças podem chegar a 1500g. A solução da Honda envolve minimizar o peso e maximizar a rigidez dos ressonadores, que serão fundidos nas rodas.