MultimídiaPor Henrique Rodriguez // Fotos: Divulgação

Você não abre mão daquele Bosch San Francisco com equalizador Tojo que tem no seu gol dos anos 1980, mas sente falta do MP3, de fazer chamadas por Bluetooth e das músicas que estão no seu celular. Para sua sorte, chineses com sangue do McGyver correndo nas veias criaram adaptadores que evitam que você tenha de se desfazer daquele rádio de época ou do aparelho original, que se integra perfeitamente ao painel. Com eles, você pode ter funções extras presentes em carros mais novos.

Testamos alguns desses aparelhos que são mais baratos que um rádio novo e encontrados com facilidade em lojas de eletrônicos ou em sites. Uma das vantagens é que, na hora de ir a um encontro de automóveis clássicos, basta desconectar e tudo ficará original como antes.

Soluções práticas: Os adaptadores usam bateria ou a tomada 12V do carro. Há soluções com cabos auxiliares, FM e até mesmo conector USB

1 – Bluetooth via AUX


Esta caixinha se conecta ao rádio pela entrada auxiliar e recebe o som via Bluetooth. Usa bateria recarregável e a qualidade do som é equivalente a de um fone Bluetooth

Multilaser: R$ 129

2 – Transmissor FM

Multimídia

Você seleciona uma frequência e ele a utiliza para transmitir música de pen drive ou cartão de memória. Há modelos com Bluetooth que funcionam bem para chamadas. Só que a qualidade do som é equivalente à de uma fita cassete.

Mercado Livre: De R$ 30 a R$ 80 (com Bluetooth)

3 – Cassete camuflado

Multimídia

Parece uma fita K7 e você usa como tal. Coloque-o dentro do aparelho e ele simulará a fita magnética – mas com som melhor – para reproduzir o som do celular.

Mercado Livre: R$ 25

4 – Bluetooth via USB

Multimídia

Seu rádio já tem USB, mas não tem Bluetooth nem entrada AUX? Use esse adaptador. Ele converte o áudio recebido em MP3 e é reconhecido como pen drive.

Mercado Livre: R$ 20