Por Cauê Lira (texto e fotos)

O toque de um botão e... voilá. O que pode ser melhor que a combinação entre os 225 cv de um sedã esportivo, a legítima sensação de liberdade que só a "falta de teto" é capaz de proporcionar e a certeza de que será o centro das atenções por onde passa? Para algumas pessoas, nada. Com esse perfil de cliente em mente, a Audi tenta comover os mais endinheirados com a versão Cabriolet do A5.

De capota fechada, o A5 Cabriolet pode até passar despercebido no trânsito. O que é ótimo, afinal, é possível manter a discrição no meio urbano. O acabamento interno, com tons mais claros, é diferente de qualquer outra versão da família A5. A textura dos materiais também é superior, com a garantia de que aguentam o contato direto com os raios solares. 

Audi A5 cabriolet

  • + Design, personalidade

  • -  Preço, espaço interno

  • Diversão e exclusividade garantida... ou seu dinheiro de volta

O espaço interno é aceitável. Ajustando os bancos dianteiros para a frente, dois adultos na casa dos 1,78 m conseguem se acomodar na parte traseira.

O problema é que para dar uma carona para alguém logo atrás do seu banco, o motorista terá que dirigir em uma posição longe do ideal. A situação também complica com a capota fechada: o pouco espaço para as cabeças é quase garantia de torcicolo.

UM SONHO DE LIBERDADE

Dizer que sua aceleração é de grudar no banco é exagero, mas o A5 traz um intenso 2.0 turbo utilizado em outros carros do Grupo Volkswagen, como o Golf GTI. Segundo a marca, o Cabriolet acelera de 0 a 100 km/h em 7,2 s. 

O gosto da liberdade, porém, tem um preço: salgados R$ 255.990. A versão Ambition do A5 convencional, que traz o mesmo pacote de equipamentos do Cabrio, custa R$ 222.990. Logo, o teto com capota retrátil custa exatos R$ 33 mil. Algo a se pensar para quem tem dinheiro e bom gosto de sobra.