lavagem a seco

Por Cauê Lira // Fotos: Divulgação

A escassez de água é um dos principais pesadelos urbanos que diversas cidades brasileiras vivem atualmente. Mas esse problema também pode ser encarado como uma  grande oportunidade para diversos mercados se reinventarem de maneira sustentável. De acordo com o que apurou a reportagem de Car and Driver, as empresas do ramo de lavagem a seco projetam crescimento cada vez maior nas vendas. Segundo o diretor da BraClean, Bruno Priszculnik,  já houve crescimento de 200% no faturamento desde o início da crise hídrica.  E a estimativa é atingir uma alta em torno de 300% em 2015 com a continuidade da falta d´ água. 

 A DryWash também  afirma que houve aumento significativo de novos empreendedores no segmento, da venda de produtos e da conversão de lava rápidos com água para o sistema de lavagem a seco. Ítalo Rogério, chefe de marketing e produtos da companhia, diz que a empresa não alterou a projeção de crescimento nas vendas por causa da crise hídrica, mas espera um aumento nas vendas de 30% em relação a 2014. "Esta projeção está baseada nos nossos investimentos em novos canais de distribuição", diz ele.

Com a falta d´água, também surgem ideias, como a do  Easy Carros, que opera em São Paulo desde janeiro de 2015, para facilitar a vida de motoristas que não têm tempo de levar o veículo ao lava rápido. Trata-se de um aplicativo, disponível para web e smartphones, que conecta proprietários aos prestadores de serviços automotivos. O cliente se cadastra, indica o tipo de veículo, sua identificação e o lugar em que estará estacionado. 

Após contratar um dos sete serviços disponíveis (lavagem ecológica, enceramento, polimento, etc), a plataforma envia o pedido para os cinco prestadores mais próximos e bem avaliados. O prestador que aceitar o serviço vai ao local na data e horário indicados. O pagamento deve ser feito apenas com cartão de crédito e a lavagem é executada utilizando produtos sustentáveis, garantindo economia de até 500 litros de água potável, de acordo com a empresa.

Lavagem coletiva

lavagem a seco

“O número de condomínios e estacionamentos que buscam parcerias cresce cada vez mais porque o método é vantajoso para todos” diz Fernando Saddi, CEO do Easy Carros. “Permitimos que tanto condomínios, prédios, estacionamentos e até empresas entreguem um serviço conveniente e de qualidade para seus clientes ou funcionários, enquanto economizam milhares de litros de água”, completa o executivo. Nos próximos meses, a empresa pretende expandir seu alcance para Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Por lavar vários carros em um lugar só, sem precisar se deslocar, não apenas a empresa economiza tempo e combustível no trânsito, mas também os donos dos carros, que podem ter seus veículos lavados enquanto estão no trabalho ou no prédio em que moram. 

Parece que a falta d’água deixou de ser uma desculpa válida para justificar seu veículo empoeirado. O mercado continua trazendo boas alternativas para contornar a escassez de maneira sustentável. Enquanto a nova tecnologia de pintura auto-limpante não chega, devemos cumprir o dever de evitar desperdícios e amenizar o pesadelo urbano.