Audi revela o protótipo elétrico Aicon em Frankfurt

Conceito antecipa o caminho que a marca irá seguir no futuro com os carros autônomos

Fotos: Divulgação |

 

O Salão de Frankfurt é o lugar preferido das marcas para mostrar suas visões sobre o futuro. Jogando em casa, as alemãs Audi, BMW e Mercedes lutam para mostrar quem está na vanguarda tecnológica e qual está mais preparada para o mundo dos carros elétricos, autônomos e conectados. O futuro da Audi por esse caminho está estampado no protótipo Aicon, um elétrico monstruoso com 5,44 m de comprimento – como referência, são 17 cm a mais que o já imponente A8.

O conceito traz tudo que você pode imaginar de mais futurista. Não há colunas centrais e as portas são do estilo suicida, o que forma um espaço gigantesco para que as pessoas entrem no carro. Para facilitar ainda mais, os dois bancos podem girar até 15º para fora e recuar ou avançar 50 cm dentro da cabine. A intenção é transformar o interior em uma espécie de sala de estar, onde os passageiros podem descansar confortavelmente enquanto o autônomo se move sozinho.

Audi Aicon

O Aicon também abdica de volante e pedais. Tudo pode ser comandando através de gigantesca tela touch-screen que vai de uma ponta a outra da cabine. Segundo a Audi os comandos são reconhecidos por voz e através de expressões faciais, como o movimento dos olhos. Além disso o sistema é capaz de reconhecer o passageiro através do smartphone

Apesar do Aicon ser um autônomo, aí vãos os números que realmente importam: são quatro motores elétricos (um em cada roda) com uma potência equivalente a cerca de 350 cv e 56 mkgf de torque. A autonomia da bateria é de 800 km. Apesar de ser apenas um exercício futurista, algumas soluções adotadas no protótipo serão vistas nos carros da Audi na próxima década.

Compartilhe esse conteúdo



Comentários