Jeep faz releitura moderna do Willys

Protótipo com detalhes e peças do lendário modelo foi criado para celebrar os 75 anos da marca

Fotos: Divulgação

Por um dia, a fábrica da Jeep em Ohio, nos Estados Unidos, voltou a “produzir” o lendário modelo Willys. A ação fez parte da celebração dos 75 anos da marca e contou com a criação do conceito Wrangler 75th. O protótipo conta com a base do Wrangler, mas traz detalhes e peças dos Willys originais de 1941.

O “Willys Wrangler” traz rodas de aço de 16’’ com pneus de uso militar, retrovisores e tapetes clássicos, além de emblemas do exército americano espalhados pela carroceria – e a clássica pintura verde oliva. Assim como o carro original, o conceito não traz portas ou as barras protetoras conhecidas como santantônio. Após participar das cerimônias dos 75 anos da Jeep, o Wrangler 75th será levado para o museu oficial da marca

BREVE HISTÓRIA

Resultado da encomenda do exército americano para um 4x4 leve e robusto, o Jeep começou a ser produzido em 1941. Teve atuação importante na Segunda Guerra e logo ganhou versões civis, que conquistaram o mundo e inspiraram diversas fabricantes. Consta que o nome Jeep veio da pronúncia em inglês da sigla GP (gipi), de general purpose ou uso geral. Nos EUA ele originou a marca da atual FCA e evoluiu para o Wrangler; no Brasil foi fabricado pela Willys-Overland e depois pela Ford (que absorveu a Willys) até 1983.

 

Compartilhe esse conteúdo



Comentários