Multimídia: Android Auto encara Apple CarPlay

Testamos os dois sistemas em um mesmo carro para saber: qual vai melhor?

Por Henrique Rodriguez // Fotos: Bruno Guerreiro

Fãs de iPhone e smartphones Android sempre têm bons argumentos para justificar sua escolha. São sistemas equivalentes em funções que, quase ao mesmo tempo, passaram a ter uma interação maior com os automóveis.

Em vez do modesto cabo auxiliar ou do streaming de áudio por Bluetooth, centrais multimídia mais modernas têm compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay, interfaces que levam para a tela sensível ao toque do carro funções do smartphone.

Não é nossa função dizer se o Samsung S7 é melhor que o iPhone 6S. Mas descobrir qual deles pode interagir melhor e ser mais útil e funcional no seu carro. Para isso, testamos os dois sistemas em um mesmo modelo, o novo Chevrolet Cruze, que usa a segunda geração da central MyLink.

PÁGINAS AMARELAS


No CarPlay usa-se o Apple Maps, que não é intuitivo, trava e é pior que o navegador nativo do carro. O Google Maps do Android Auto funciona bem e tem atualização do trânsito.

COM DEDOS E VOZ


No Android Auto você pode escutar as conversas de seus amigos no WhatsApp e respondê-las por voz. Porém, os comandos por voz funcionam muito melhor e mais rapidamente com a Siri, assistente do CarPlay – mesmo que nele as únicas formas de se comunicar sejam por chamadas ou enviando SMS.


 

TESTE COMPARATIVO


2º lugar – Apple CarPlay


A conexão do iPhone ao CarPlay é rápida e sua interface é mais intuitiva. Como no iPhone, há ícones grandes na primeira tela e um botão de retorno no canto esquerdo. O uso de comandos por voz realmente funciona, e bem, mas a interface geral é mais lenta. Há certa demora para acessar músicas que estejam em aplicativos de streaming, como Deezer, Spotify e Apple Music. Fora isso, você pode usar o CarPlay para ouvir podcasts, enviar SMS (alguém ainda faz isso?), telefonar (ditando ou digitando os números, ou procurando pelo contato) e usar o Apple Maps, que é tão ruim quanto um GPS de carro alugado.


1º lugar – Android Auto


Depois de conectar seu celular na porta USB, o Android Auto fará sozinho o pareamento por Bluetooth. A interface mostra notificações como e-mails, chamadas perdidas e previsão do tempo. Na parte de baixo há ícones de acesso a funções de chamada, música e ao Google Maps, que funciona muito bem por sinal. Você pode, inclusive, importar buscas recentes de locais em seu aparelho ou fazer a procura por ali mesmo. Os apps de música funcionam tão rápido quanto em seu smartphone. Mas funções de voz não vão bem com frases elaboradas.


Compartilhe esse conteúdo



Comentários