Honda NSX

Por Eric Tingwall // Fotos: Greg Pajo

Se você acha que um híbrido de 1.750 kg com tração integral parece um sucessor curioso para o NSX original, você não está sozinho. Como conta o engenheiro-chefe de desempenho veicular, Jason Widmer, o prospecto inicial de um NSX híbrido causou preocupação nos corredores da Honda e espanto fora deles. Nos primeiros dias do projeto, as mulas de teste do NSX fizeram voltas mais rápidas sem o sistema elétrico auxiliar que fora projetado para torná-lo mais rápido.

Isso foi há mais de cinco anos, e o sistema híbrido-elétrico do NSX agora está totalmente desenvolvido para tornar o carro mais rápido. O carro combina dois turbos, três motores elétricos, quatro rodas motrizes, seis cilindros e nove marchas à frente para produzir o verdadeiro desempenho de supercarro. Isso não o torna menos controverso; há uma infinidade de ideias sobre o que um novo NSX deveria ter sido. O conceito que venceu é uma base de testes para o futuro da tecnologia dos esportivos. "Em 10 anos você não vai encontrar um carro desta categoria que não seja eletrificado. Tenho certeza disso", diz Widmer.

Honda NSX

Então aqui estamos. O NSX não é o primeiro de sua espécie a combinar elétrons e hidrocarbonetos na busca pela velocidade, mas é preciso dar os créditos à Honda por democratizar a tecnologia tão rápido. Mesmo com preço inicial de US$ 157.800 nos EUA, o NSX é uma forte evidência de um tipo de economia do gotejamento que funciona de verdade. Ao sacrificar uma fração do desempenho do Porsche 918 Spyder e a capacidade de rodar apenas com os motores elétricos, a Honda conseguiu cortar US$ 700.000 do preço do seu herói de motor central.

FLUIDEZ DOS ELÉTRONS

A eletrificação do desempenho não irá parar nos supercarros. Desafiando a Física, os elétrons estão prestes a fluir nos esportivos mais icônicos, onde há ainda mais resistência por parte do público. Sistemas híbridos no Porsche 911 ou no BMW M3 são quase uma certeza, e não apenas uma possibilidade.

Honda NSX

Para a Honda o sistema híbrido que suplementa o V6 de 500 cv combina perfeitamente com a personalidade do NSX. Como o NSX original, o modelo moderno é tão civilizado quanto rápido. A visibilidade ampla e os bancos largos são tão impressionantes nesta categoria quanto os motores elétricos que fornecem a pegada instantânea nas arrancadas. Ele é um supercarro sem complexo de Deus; é mais despretensioso que um carro com motor atrás do motorista e preço de seis dígidos pode ser.

Mais do que qualquer outro carro moderno, o NSX é um produto de qualquer um de seus quatro modos (quiet, sport, sport-plus e track). Além dos ajustes convencionais da direção elétrica, dos amortecedores adaptativos e do controle de estabilidade, o NSX assume personalidade diferente de acordo com a forma que mistura a combustão interna e o impulso elétrico. 

Honda NSX


Quer ver a continuação do teste com esse carro sensacional? Então garanta a sua edição 109 de Car and Driver sem sair de casa | http://bit.ly/2kV1VJs