VW Gol

Publicado na edição nº 49 (jan/2012)

O segmento dos hatches de entrada é um mar agridoce bem indigesto para quem faz carros: os compradores querem desempenho, mas precisam de economia de combustível. O carro deve ser compacto para caber em qualquer vaga, contudo, espaço interno para a família é prioridade. E mais ainda: querem acabamento de qualidade, equipamentos e imagem sofisticada, mas tudo precisa ser do tamanho do bolso.

Acertar as remadas nestas águas é dureza. E, desde 1980, o capitão que define as regras desse jogo se chama VW Gol. A geração atual, lançada em 2008, resolveu os problemas dinâmicos e de ergonomia do antecessor G4 – e ainda agregou refinamento ao acabamento e à carroceria, que incorporou os vincos de cintura ao estilo BMW. Ele parece mais caro do que é. Bem, pelo menos na versão de entrada, já que o VW vem pelado de equipamentos e a compra deles eleva o preço bem acima daquele dos rivais – seu calcanhar-de-aquiles.

O Gol que você vê aí não é uma geração nova. Trata-se de um facelift para alinhar o seu estilo com o do restante da família (note como a frente ficou parecida com a do Fox), algo que só não aconteceu antes para não ficar desfalcado diante do novo Palio, lançado ano passado – este, sim, uma geração inteiramente nova. A novidade é que o Volks terá a versão  de duas portas, que aposentará o básico G4, por cerca de R$ 25 mil.

Agora, como fica o novo Gol diante do Palio? De certa forma, já fizemos este comparativo na C/D 47: o VW é mais divertido ao volante, sua dinâmica e ergonomia são melhores e os plásticos aparentam mais qualidade que os do Fiat. Mas, como produto, o Palio adoça mais o paladar e é melhor negócio.

Fiat Palio

A referência

O novo Palio chegou batendo pesado: o comparamos a Fox, Gol, Sandero e Fiesta na C/D 47. Nesta edição, ele brigou com o Ka e March. E o Fiat ganhou todos os combates. O segredo? Ele aprendeu as qualidades do líder e não repetiu os defeitos. O Palio teve uma melhora espantosa de dinâmica, acabamento, espaço interno e sofisticação – veja só o vinco na linha de cintura, adivinhem em quem é inspirado? Ele traz tudo isso em um pacote mais atraente: todo Palio tem acabamento personalizável e vem com conta-giros e direção hidráulica, além de a versão Essence trazer ar-condicionado de série. O Gol 1.0 anda mais e bebe igual ao Fiat, mas o Palio 1.6 acelera mais e bebe menos que o Volks.

Tabela