SUVs Usados

Por Fernando Miragaya, Henrique Rodriguez e Raphael Panaro // Fotos: Divulgação

SUVs viraram sinônimo de versatilidade. Todo mundo quer um utilitário-esportivo pelos mais diferentes motivos. Carro de família, alto para encarar os buracos, bom para pegar a estradinha de terra e ótimo para agregar a imagem de aventureiro a qualquer pacato cidadão. Mas os utilitários 0 km estão pela hora da morte e é nessas horas que olhamos com carinho para os seminovos.

Fizemos isso por você e pegamos a versão com melhor custo-benefício de cada SUV e a desvendamos para ver qual combina com a sua carteira – e a sua garagem. Para tal, destacamos as principais qualidades de cada modelo e apontamos os principais defeitos. Para facilitar mais a sua vida, classificamos também o quão cada carro é dispendioso no pós-venda conforme a tabela abaixo.  Boa compra!

CHEVROLET TRACKER 2014

Especial SUVs usados

+ Posição de dirigir, estabilidade e equipamentos

- Espaço traseiro, porta-malas e custo do seguro

O compacto passou a ser importado do México em 2013. A versão LTZ destaca-se por ser bem completa, com direito a couro, câmera de ré, piloto automático, ar, direção hidráulica e trio. O motor 1.8 e a caixa de 6 marchas garantem desempenho apenas honesto, sem qualquer empolgação. Atenção às revisões de 30.000 a 80.000 km, que passam de R$ 5.500, e aos discos de freio, que apresentam desgaste prematuro.

SUVs Usados

CHEVROLET CAPTIVA 2.4 2012

Especial SUVs usados

+ Conforto, posição de dirigir e equipamentos

- Espaço traseiro, porta-malas e custo do seguro

A versão Sport 2.4 surgiu em 2010 para atrair consumidores pelo preço e consumo mais baixos que a variante V6. A linha 2012 passou a ter ar automático e o modelo se destaca por ter controles de estabilidade, seis air bags e monitoramento dos pneus, entre outros. Mesmo com motor menor, bebe bem e o desempenho é fraco. Tem revisões com preço fixo de 50.000 a 100.000 km, mas o total ultrapassa os R$ 5 mil.

SUVs Usados

CHEVROLET TRAILBLAZER 2.8 2013

Especial SUVs usados

+ Espaço, desempenho e versatilidade dos 7 lugares

- Estabilidade, acerto da suspensão e dirigibilidade

No primeiro ano da nova geração, o modelo mostrava comportamento dinâmico melhor que a antiga Blazer. Mesmo assim, é um SUV desengonçado nas curvas e com suspensão muito macia. Mas oferece espaço de sobra, muitos itens de série, dois bancos extras e a robustez do turbodiesel. Porém, lembre-se que motor a diesel tem manutenção salgada (revisões fixas de 40.000 a 90.000 km somam R$ 6.260).

SUVs Usados

FORD ECOSPORT 1.6 2013

Especial SUVs usados

+ Posição de dirigir, acerto da suspensão e poder de frenagem

- Espaço interno, acabamento e isolamento acústico

A segunda geração tem desenho arrojado e mantém a excelente liquidez, mas ainda peca pelo acabamento falho. A Freestyle é a versão  com melhor custo/benefíco. Recebe itens como controles de estabilidade e de partida em rampas, sensor de ré e som com Bluetooth e USB. Mas o pós-venda costuma ser caro. Fique atento a ruídos em excesso na suspensão, no estepe traseiro e até nas palhetas do limpador.

SUVs Usados

FORD EDGE AWD 2012

Especial SUVs usados

+ Equipamentos, espaço e desempenho

- Acerto da suspensão e escalonamento do câmbio

Com motor V6, tração integral e bom recheio, o veículo importado do Canadá tem conforto de sobra e desempenho valente, mas a caixa automática é bastante imprecisa. Apesar de grandão e da suspensão com acerto muito macio, tem comportamento dinâmico eficiente na estrada. As peças de resposição são difíceis de achar e o SUV costuma apresentar problemas na parte elétrica e no conjunto da transmissão.

SUVs Usados

FIAT FREEMONT 2.4 2014

Especial SUVs usados

+ Espaço, posição de dirigir e equipamentos

- Comportamento dinâmico, acerto do câmbio e desempenho

O clone do Journey repete a versatilidade dos sete lugares, o generoso espaço e o rodar muito macio. A versão Precision é bem equipada, com seis air bags, controle de estabilidade, sensor de ré e ar trizona. A caixa de 6 marchas é melhor que a antiga de 4, mas não casa bem com o motor 2.4. Queixas de trepidações no pedal do freio, de barulhos no câmbio e ruídos na suspensão são comuns.

SUVs Usados

JEEP RENEGADE 1.8 AT 15/16

Especial SUVs usados

+ Comportamento dinâmico, acabamento e dirigibilidade

- Desempenho, porta-malas e acerto do câmbio

Lançado no ano passado, ele é um dos líderes do mercado de compactos. O vão livre de 18 cm e a suspensão bem calibrada dão robustez, sem sacrificar a coluna dos ocupantes. O motor 1.8 com câmbio automático carece de precisão, o que atrapalha o desempenho. Versão Longitude já vem com controles de estabilidade e de descida, câmera de ré, ar bizona e multimídia com GPS. Revisões são a cada 12.000 km (em vez de 10.000).

SUVs Usados

JEEP GRAND CHEROKEE 4X4 2011

Especial SUVs usados

+ Desempenho, calibragem da direção e conforto

- Acerto do câmbio e geometria da suspensão dianteira

A capacidade off-road (30o de ataque e 21 cm de vão livre) não compromete o conforto com espaço para cinco pessoas e a suspensão traseira acertada. O V6  bebe bem, mas garante força em baixas rotações. Só não exagere: há relato de amortecedores dianteiros que se quebraram em trilhas pesadas. Fique de olho nas peças, bem caras, e na bomba de combustível. A versão Limited se destaca pelos equipamentos.

SUVs Usados

DODGE JOURNEY 3.6 2013

Especial SUVs usados

+ Desempenho, equipamentos, dirigibilidade

- Comportamento dinâmico e isolamento acústico

Usa motor V6 bem mais potente que o irmão Freemont, o que o torna melhor de dirigir (e um pouco mais beberrão). Vale-se do bom espaço e da terceira fila de bancos, além de lista de equipamentos, com controles de estabilidade, seis air bags, ar trizona, couro, câmera de ré, multimídia com GPS, DVD e HD interno e espelhos rebatíveis eletricamente. Atenção às trepidações e barulhos ao frear, à parte elétrica e aos preços das peças.

SUVs Usados

HONDA HR-V 2015

Especial SUVs usados

+ Conforto, posição de dirigir e comportamento dinâmico

- Desempenho e câmbio CVT

Com pouco mais de um ano no Brasil, o HR-V é um fenômeno de vendas. Com isso, os preços dos modelos usados não são tão baixos. A versão escolhida, EX 0 km custa, atualmente, R$ 90.600. Com um ano de uso e baixa quilometragem, é possível encontrar esta configuração por R$ 78 mil. Traz motor 1.8, câmbio CVT, display central de 5” com Bluetooth e USB e volante com acabamento de couro.

SUVs Usados

HONDA CR-V 4X2 2012

Especial SUVs usados

+ Espaço interno, conforto e porta-malas

- Desempenho e câmbio longo

Bastante espaço, porta-malas volumoso e mecânica Honda. Já com a reestilização, o CR-V 2012 pode ser uma boa alternativa para quem quer um SUV. E com quatro anos de uso é possível achar um exemplar com tração 4x2, automático com menos de 50 mil km rodados. Um baita carro com a boa reputação da marca e com peças até baratas para um SUV importado do México. Só fique atento aos freios.

SUVs Usados

PEUGEOT 2008 THP 15/16

Especial SUVs usados

+ Desempenho, acabamento e comportamento dinâmico

- Espaço interno e porta-malas

Lançado em 2015, o 2008 não caiu nas graças do brasileiro. Mas a versão Griffe dotada do motor turbinado e flexível 1.6 litro de máximos 173 cv é para quem gosta de dirigir. O crossover tem ótimo desempenho e sua dinâmica é uma das melhores entre os SUVs compactos. Destaque negativo fica por conta do porta-malas de 355 litros – um pouco maior que a de um hatch compacto. Não espere por peças baratas.

SUVs Usados

HYUNDAI TUCSON 2013

Especial SUVs usados

+ Robustez, equipamentos e garantia

- Consumo, acerto do câmbio e acabamento

Podemos dizer que o Tucson já é um carro datado. Mas a safra de 2013, produzida no Brasil, usa motor flex e ainda está na garantia. O SUV tem mais espaço que o Ford EcoSport, por exemplo, e a versão GLS vem bem recheada: GPS, ar-condicionado automático e bancos de couro. O motor 2.0 é honesto, porém, atrapalhado pelo obsoleto câmbio automático de quatro marchas. Ah, e não se assuste com o consumo...

SUVs Usados

HYUNDAI IX35 2011

Especial SUVs usados

+ Equipamentos, desempenho e conforto

- Acabamento interno e consumo

O ix35 passou a ser produzido no Brasil em 2013. O carro nacional perdeu inúmeros itens de série. Por isso, a melhor escolha é um 2011, que chegou importado da Coreia do Sul com enorme lista de equipamentos: rodas de liga leve, encosto de cabeça para todos os ocupantes traseiros, ABS, air bags dianteiros, ar-condicionado e rádio com CD/MP3, além do volante multifuncional. O design ainda continua moderno.

SUVs Usados

HYUNDAI SANTA FE 2011

Especial SUVs usados

+ Equipamentos, espaço interno e aceleração

- Retomadas, acabamento e comportamento dinâmico

O Santa Fe 2011 é um carro de opostos. O motor V6 aliado à transmissão automática de seis marchas faz o SUV cumprir o 0 a 100 km/h em bons 8 segundos. Mas o torque de 34 mkgf só aparece em quase 5 mil giros. O espaço interno é o grande destaque (há versões de sete lugares) e recebe itens modernos como controles de estabilidade e de descida, ar-condicionado automático bizona, GPS e bancos com regulagens elétricas.

SUVs Usados

KIA SPORTAGE 2012

Especial SUVs usados

+ Garantia, comportamento dinâmico e acerto da suspensão

- Visibilidade traseira e espaço no banco traseiro

Ainda com um ano de garantia (se todas as revisões tiverem sido feitas no prazo), o Sportage LX é uma boa opção. O ano 2012 é o primeiro com o motor 2.0 flex de 178 cv e com direção  elétrica. O espaço do Sportage pode prejudicar os mais altos por causa do caimento do teto. Suspensão independente nas quatro rodas e com acerto rígido é trunfo da boa dinâmica. Fique atento às unidades com alta quilometragem.

SUVs Usados

KIA SORENTO V6 4X4 2010

Especial SUVs usados

+ Isolamento acústico, ergonomia e conforto

- Acabamento interno e estabilidade

O Sorento V6 3.5 é uma boa escolha para quem quer levar sete pessoas. A terceira fileira, no entanto, é só para crianças, mas os ocupantes da segunda fila desfrutam de comodidade. O acabamento deixa a desejar com muitos plásticos e o V6 tem bastante sede. Ao menos, o rodar é suave e os bancos muito confortáveis. O isolamento acústico é outro destaque. Com a terceira fila de bancos rebatida o porta-malas sobe para 1.047 litros.

SUVs Usados

RENAULT DUSTER 1.6 2013

SUVs Usados

+ Robustez, espaço interno e acerto da suspensão

- Posição de dirigir, consumo e acabamento interno

O Renault Duster Dynamique Tech Road 2013 é uma boa opção para quem quer entrar no mundo dos SUVs. Oferece bom espaço interno para o segmento dos compactos, motor 1.6 vai bem na cidade e há equipamentos modernos, como a central multimídia com tela de 7”. Mas fique ligado na quilometragem. Atenção também com a embreagem, que costuma apresentar problemas após os 25 mil km.

SUVs Usados

MITSUBISHI ASX 4X2 2012

SUVs Usados

+ Acabamento, equipamentos e consumo

- Porta-malas, revisões a cada seis meses

As versões mais caras do ASX têm tração 4x4, mas que não faz dele um carro valente no off-road. Concentre-se no 4x2, mais leve e econômico, sem abrir mão do conforto do câmbio CVT. Tem bom espaço interno, só que o porta-malas de 415 litros é muito raso para ser bem aproveitado. O problema está no custo das peças e das revisões, feitas a cada seis meses. As do quarto e quinto ano somam R$ 3.418.

SUVs Usados

MITSUBISHI TR4 4X4 2013

SUVs Usados

+ Capacidade off-road e desempenho

- Espaço traseiro, acabamento e posição de dirigir

Fora de linha desde 2014, o Pajero TR4 até hoje tem uma legião de fãs. Mas a versão predileta deles é a 4x4 com câmbio automático, que também é a que tem mais liquidez. Tudo porque a tração com reduzida faz do Pajerinho um carro bom para o off-road, embora não trate bem quem vai no banco de trás por causa do espaço ínfimo, e nem o bolso do dono: além da manutenção cara, tem consumo elevado.

SUVs Usados

MITSUBISHI PAJERO DAKAR 3.2 2012

SUVs Usados

+ Robustez, capacidade off-road e opção de sete lugares

- Equipamentos, acabamento interno e acerto do câmbio

Quem entra de cabeça no mundo 4x4 quase sempre precisa fazer concessões. O Pajero Dakar HPE, por exemplo, é o mais completo, mas não recebe computador de bordo, nem controles de tração e estabilidade. Em compensação, não abre mão de seis airbags, sete lugares, de faróis de xênon, GPS ou dos bancos elétricos. As revisões são caras em virtude da manutenção dos diferenciais da tração 4x4 com caixa reduzida.

SUVs Usados

VW TIGUAN 2.0 4X4 AT 2012

SUVs Usados

+ Desempenho, estabilidade, conforto

- Revisões a cada seis meses e porta-malas

O Volkswagen Tiguan é a prova de que se pode ter prazer ao dirigir um SUV. Usa plataforma do antigo Golf e do Fusca, tem motor 2.0 TSI com câmbio automático de seis marchas e tração integral 4Motion. Além disso, traz entre os equipamentos de série controles eletrônicos de tração e estabilidade, seis air bags, indicador de fadiga, ar automático e bancos de couro. As revisões não estão entre as mais caras.

SUVs Usados

TROLLER T4 3.2 TGV 2012

SUVs Usados

+ Desempenho, robustez e capacidade off-road

- Espaço, estabilidade e equipamentos

Chamar o Troller T4 de SUV é um eufemismo. É um jipe no sentido literal, que nasceu mais preocupado com o que pode fazer e onde pode chegar do que com sua coluna. Por isso, compre apenas se seu habitat for a lama. Com carroceria de fibra, não sofre com corrosão, mas defeitos de montagem são corriqueiros, assim como falhas no motor 3.2 MWM que fazem com que ele perca potência. A manutenção, em geral, dói no bolso.

SUVs Usados

SSANGYONG KORANDO 2012

SUVs Usados

+ Desempenho, estabilidade e robustez

- Manutenção, rede de concessionárias e desvalorização

Há anos no Brasil, mas ainda desconhecida, a sul-coreana SsangYong se vale de tradição entre os SUVs e o Korando é o menor e mais bonito deles. Tem motor 2.0 turbodiesel e câmbio automático de quatro marchas, tração integral e bom pacote de equipamentos – embora apenas a configuração mais cara receba controles de estabilidade e tração. Custa o mesmo que equivalentes a gasolina, mas a manutenção é cara.

SUVs Usados

SUBARU FORESTER 2.5 2012

SUVs Usados

+ Robustez, dirigibilidade e acabamento

- Rede de concessionárias e desvalorização

Este SUV japonês pode não ter o design mais empolgante, mas a versão XT S-Edition esconde o motor 2.5 turbo (derivado do Impreza WRX) que gera 270 cv. Com câmbio automático sequencial de cinco marchas e tração integral, chega a 100km/h em 6,5 s. A rede de concessionárias Subaru é pequena e as peças são caras, mas é um carro com garantia de cinco anos, divertido, equipado e com preço interessante.

SUVs Usados

SUZUKI JIMNY 1.3 4X4 2012

SUVs Usados

+ Robustez, consumo e revisões com preço fixo

- Espaço traseiro, rede de concessionárias e conforto

Quem disse que um jipe precisa de motorzão para subir parede? O pequeno Jimny faz isso com um modesto 1.3 a gasolina de 85 cv, claro, com tração 4x4 e reduzida, embora sem diferencial central, o que limita o uso da tração a pisos de baixa aderência. Recebe equipamentos triviais, como ar, direção, trio elétrico  e rádio, além de Isofix. É nacional e não tem manutenção cara, mas rede de concessionárias é pequena.

SUVs Usados

SUZUKI VITARA LIMITED 2.0 2014

SUVs Usados

+ Desempenho, estabilidade e calibragem da direção

- Espaço traseiro, acerto da suspensão e equipamentos

Versão mais completa do SUV, a Limited Edition é equipada com ar automático, rádio, central multimídia, bancos de couro, teto solar e, além disso, estribos laterais e rodas de liga leve aro 18”. A diferença de preço entre as versões 4x2 e 4x4 não chega a R$ 3 mil – fica a critério do comprador escolher o que julgar mais útil. Ambas usam motor 2.0 de 140 cv e câmbio automático de quatro marchas. Revisões têm preço fixo.

SUVs Usados

JAC T6 2.0 15/16

SUVs Usados

+ Espaço, equipamentos e acerto do câmbio

- Comportamento dinâmico, desempenho e acabamento

Ele compensa a desconfiança que você ainda pode ter dos chineses com bom espaço para cinco e custo-benefício agressivo. Oferece seis anos de garantia e itens como ar automático, couro e monitoramento dos pneus. Há versões com câmera de ré e multimídia. Peca por não ter opção automática. Mas tenha em mente que é um SUV com manutenção cara (R$ 5.800 nas revisões fixas até 60.000 km) e liquidez ruim.

SUVs Usados

TOYOTA RAV4 2.0 4X2 2013

SUVs Usados

+ Conforto, acerto de suspensão e dirigibilidade

- Desempenho, nível de vibração e visibilidade traseira

Importado do Japão, o SUV sempre esbarrou no preço. Mas a versão 4x2 com motor 2.0 e tração dianteira é capaz de fazer a cabeça de quem quer um SUV médio para a cidade – e não quer desembolsar R$ 100 mil. O desempenho é pacato, porém, eficiente. A suspensão filtra bem os buracos e o nível de equipamentos é satisfatório. Repare com cuidado no nível de vibração e de ruído ao acelerar o modelo.

SUVs Usados

TOYOTA SW4 3.0 TD 4X4 2013

SUVs Usados

+ Desempenho, espaço interno e dirigibilidade

- Acerto da suspensão e escalonamento do cãmbio

É imponente, encara  bem o off-road (são 22 cm de vão livre e ângulo de ataque de 30o) e é equipado com motor turbodiesel vigoroso. Contudo, é desajeitado, torce muito a carroceria nas curvas, sacode demais nos buracos e a caixa automática deixa a desejar em precisão. A SRV, ao menos, é bem equipada e tem opção de sete lugares. Preste atenção em barulhos em acabamento e amortecedores da tampa traseira.

SUVs Usados