Amortecedor

Por Henrique Rodriguez // Fotos: Divulgação

Trabalhar sob pressão é algo difícil para alguns, mas faz parte da rotina dos amortecedores do seu carro. Mesmo sob toneladas e sofrendo impactos de buracos e lombadas, eles precisam garantir conforto e estabilidade ao automóvel. Por isso, são tão importantes.

Para complicar a relação, o amortecedor não tem prazo de validade, pois sua durabilidade depende do uso. Em geral, o recomendado é inspecionar toda a suspensão aos 40 mil km. Caso os amortecedores estejam bons, precisarão ser analisados novamente a cada 10 mil km.

Alguns sinais de que algo vai mal são evidentes. Vibrações e ruídos na suspensão, balanço excessivo após freadas e arrancadas, perda de controle em curvas, quicar excessivo do carro ao passar por buracos e oscilação da carroceria mesmo andando em linha reta indicam que algo está errado. Visualmente, vazamento de óleo nos amortecedores e pneus escamados também servem como diagnóstico.

Na hora da troca, o ideal é substituir os quatro amortecedores ou, ao menos, aos pares em cada eixo. Use os amortecedores novos e originais da versão. Peças recondicionadas, embora mais baratas, não duram tanto e estão longe de ter a mesma eficiência. A peça recebe apenas pintura externa e troca de fluido por um diferente do especificado, o que causa variação no desempenho. E as peças móveis continuam desgastadas.

O preço dos amortecedores varia de acordo com o porte do veículo. Para o Fiat Uno, o par dianteiro custa cerca de R$ 550, enquanto para o Ford EcoSport o mesmo conjunto sai por R$ 1.050, em média. E ainda é necessário trocar as buchas para tudo ficar em ordem.

PARA AUMENTAR A DURABILIDADE

Nada de diagonal: Não se deve passar por lombadas e valetas na diagonal. O certo é ir de frente para distribuir o impacto entre as rodas.

Tudo alinhado: Alinhamento e balanceamento das rodas em dia ajuda a aumentar a vida útil dos amortecedores

Trabalho de equipe: Pivôs, bandejas, molas, buchas e outros componentes da suspensão em mal estado também comprometem o funcionamento do conjunto.

Peso limite: Excesso de peso no carro sobrecarrega os amortecedores. Rebaixamento do veículo também.