saab

Há algum tempo me disseram que a Saab era uma das marcas com fãs mais fiéis no mundo. Bem, exageros a parte, o fato é que a fabricante sueca, apesar de um tanto desconhecida no Brasil, realmente comove uma multidão em outros países. Duvida? Então veja a mobilização dos "Saabnáticos" no Facebook da GM pedindo para que a fabricante americana "deixe a Saab ir", no caso, para a mão de um grupo chinês que pode salvar a marca: http://www.facebook.com/generalmotors?sk=wall

Ah, quer entender melhor essa história de "marca com fãs mais fiéis"? Esse papo começou com o professor Rüdiger Hossiep, da Universidade do Ruhr em Bochum. Através de uma pesquisa, ele concluiu que os donos de carros Saab têm os níveis mais elevados de envolvimento psicológico com suas máquinas, mesmo que elas não sejam uma Ferrari ou Lamborghini. Segundo Hossiep, esse "envolvimento" chega a ser 10 vezes maior do que se tem com a Volkswagen, por exemplo.

É, mas deve ser duro ser fã da Saab hoje em dia. A empresa vai mal das pernas há algum tempo. E para piorar, a fabricante sueca pode ser "salva" pela chinesa Pang Da e Youngman. Só que a GM, sua dona, promete "azedar" as negociações. A questão é que uma venda de 100% da Saab pode prejudicar a marca em países emergentes como a China. Taí porque os fãs da marca invadiram o FB da montadora americana pedindo pela liberdade da fabricante. "Let Saab Go!".

Nós também fizemos nossa parte pró-Saab:

saab