Avaliação: Mercedes-Benz C300 Sport

O Classe C mais potente montado no Brasil tem bom acerto por R$ 241.900

Fotos: Divulgação | Texto: Carlos Cereijo

Vamos falar de um carro fabricado no Brasil, com motor 2.0 e que é o mais vendido da sua marca. Há alguns anos a resposta seria um sedã da Honda, Toyota, Chevrolet... mas estamos falando de um Mercedes-Benz. Todo o portfólio do Classe C, com exceção dos AMG, claro, é montado no Brasil. E o recém-chegado à linha de produção brasileira é o C 300 Sport, a versão mais picante do sedã. Para combinar com essa especiaria e com o preço de R$ 241 mil, o C 300 tem uma série de detalhes de estilo e muitos equipamentos.

O truque para deixar o Classe C mais invocado está nos itens em preto brilhante na carroceria. Na dianteira a grade usa este acabamento nas duas barras, logo atrás dos cromados. Aliás, a Mercedes adotou essa grade com estrela quase como um padrão no sedã. A tradicional configuração de grade com vários filetes e a estrela no capô só está disponível no C 180, de entrada. Logo abaixo do para-choque há um spoiler tímido também em preto.

Visto de lado, o Sport não traz rodas novas, mas elas têm um acabamento exclusivo. Os raios continuam com visual metálico, mas as bordas dos raios e o fundo da estrela no meio da roda ganharam também o preto brilhante. A mesma estratégia está nas molduras superiores das portas. Normalmente a peça tem aspecto metálico, no C 300 ela é... adivinha? Sim, preto brilhante. Que também está nos retrovisores. Na traseira, há uma peça na parte inferior do para-choque com inspiração nos extratores de ar dos carros de corrida. Tal parte segue a receita de acabamento escurecido.

Os olhos mais atentos ainda vão perceber uma mudança no chamado stance do Mercedes, isso porque a suspensão é 15 milímetros mais baixa do que nas versões mais fracas. Isso está relacionado à tocada diferente do Sport, mas vamos falar disso daqui a pouco.

Na cabine o C 300 mantém as novidades dessa geração do Mercedes, que chegou ao Brasil em agosto de 2014. O desenho e disposição dos elementos remonta a mais luxo, uma espécie de tablete flutua no meio do painel. O sistema de seleção no console central tem uma parte sensível ao toque, como em um notebook. O volante com base reta remete à AMG, e o couro, ao contrário do restante da linha, é de origem animal. Nada de revestimento sintético.

Mercedes C 300 Sport

9G-TRONIC

Pelo preço e nível de equipamentos, o C 300 merece um motor forte. Antigamente este Mercedes seria equipado com um V6, mas o mundo mudou. A versão Sport usa motor de quatro cilindros em linha 2.0, turbo e com injeção direta. São 245 cv de potência e pouco mais de 37 kgfm de torque a 1.400 rpm. Despejando essa força nas rodas traseiras há um novo câmbio automático de nove marchas, que aposenta o anterior com sete velocidades. Segundo a Mercedes, esta caixa consegue ser 4,5% mais econômica que a antecessora. E por ter sua carcaça em magnésio, a transmissão 9G-tronic é 1 kg mais leve que a caixa aposentada. Com esta dupla de motor e câmbio o C 300 alcança, segundo os engenheiros, 100 km/h em 5,9 segundos e tem velocidade limitada eletronicamente a 250 km/h.

Na estrada o Sport se mostra o Classe C mais divertido de acelerar sem a intromissão da AMG. A direção e o novo acerto da suspensão vencem as curvas com bastante comunicação com o motorista. O câmbio de nove marchas é discreto e decidido, não fica flutuando entre elas sem necessidade. No modo esportivo, Dymanic, o Mercedes tem o ronco do 2.0 encorpado, mas não de maneira natural. O sistema de áudio do carro replica um som mais marcante do motor. É uma simulação afinadinha, bem feita, mas não deixa de ser uma simulação. Desnecessário...

Colocando tudo na mesa, o C 300 Sport tem os atributos certos de um bom Mercedes-Benz. Acabamento e montagem primorosos, ótima sincronia entre motor, câmbio, suspensão e direção. No entanto, nesta faixa de preço alguns equipamentos fazem falta. Como sensores adaptativos de velocidade, sistema multimídia com layout mais moderno e keyless para entrar no veículo. São pequenos detalhes que podem pesar para a decisão do cliente. Porém, em minha opinião, o que mais importa está presente no C 300 Sport. Se você quer um Mercedes rápido e bem acertado, eis o sedã perfeito para você.

Mercedes C 300 Sport

Compartilhe esse conteúdo



Comentários