Pit Stop: Peugeot 208 Griffe AT

O reflexo do estilo francês por inexplicáveis R$ 62.990

Por Cauê Lira (texto e fotos, com divulgação)

É inegável que os franceses manjam de luxo e estética, tendo em vista que o país é um dos principais expoentes da beleza e da moda contemporânea. Na romântica Paris, o designer Pierre Authier deu vida ao Peugeot 208. A importante missão de Authier era projetar um compacto estiloso, capaz de liberar algumas doses de esportividade e sofisticação.

Nesse ponto o 208 faz jus à sua nacionalidade. O acabamento interno carece de tecido, mas é o melhor da categoria. Saídas de ar com detalhes cromados, puxadores de porta que imitam aço escovado e controles do ar-condicionado com acabamento em preto brilhante contribuem para a aparência do modelo. Bancos de couro, porém? Nem como opcional. A posição de dirigir requer um tempo de adaptação.


PEUGEOT 208 GRIFFE AT

  • + Design, sofisticação, conforto

  • -  Câmbio, espaço interno

  • Um compacto luxuoso, apesar do preço inexplicável

O cluster em posição mais alta que o convencional acaba ocultando parte da marcação inferior direita do conta-giros e do velocímetro dependendo da regulagem da altura do volante. Menção honrosa para a central multimídia com tela de 7 polegadas, que poderia ser mais intuitiva. Se o passageiro tiver mais de 1,80 de altura, terá dificuldades no espaço traseiro. Acomodar três adultos iria contra as leis da física. O porta-malas de 285 litros não chega a comportar a bagagem de uma família de quatro pessoas, mas é suficiente para levar as malas de um casal com certa folga.

COCO CHANEL


O 208 é o único de sua categoria a trazer o belo teto panorâmico. Nem tudo é perfeito, pois sua abertura ainda é manual. Algo perdoável e condizente ao segmento. A versão testada, Griffe automática, produz 115 cv de potência a 6.000 rpm quando abastecido com gasolina. No etanol, o número sobe para 122 cv. Aliado ao câmbio automático de quatro velocidades, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 12 s.

O francês cobra caro por suas regalias. A versão testada, Griffe 1.6 automática, custa salgados R$ 62.990. Com mais R$ 7 mil, você poderia levar um Ford Focus hatch. Por mais que seja uma compra pautado pela emoção, é bom tomar cuidado para não pagar caro pela emoção. 

Compartilhe esse conteúdo



Comentários